Quais as características da filosofia contemporânea (2023)

Escrito por EAD UNIFEOB | 26/07/2022 15:00:00

Show

  • As principais características da Filosofia Contemporânea
  • Principais Filósofos Contemporâneos
  • Friedrich Hegel (1770-1831)
  • Ludwig Feuerbach (1804-1872)
  • Arthur Schopenhauer (1788-1860)
  • Auguste Comte (1798-1857)
  • Karl Marx (1818-1883)
  • Friedrich Nietzsche (1844-1900)
  • Jean Paul Sartre (1905-1980)
  • Escola de Frankfurt

Você sabia que a Filosofia Contemporânea é um dos conteúdos que mais cai na prova de Ciências Humanas do Enem?

Neste artigo, apresentamos as principais características e filósofos desse período. Fique conosco e descubra tudo sobre o assunto!

Aqui você vai ver:
As principais características da Filosofia Contemporânea
Principais Filósofos Contemporâneos
Conteúdos relacionados

As principais características da Filosofia Contemporânea

A Filosofia Contemporânea está relacionada aos seguintes conceitos:

  • liberalismo;
  • pluralismo;
  • cientificismo;
  • positivismo;
  • subjetividade;
  • idealismo;
  • racionalismo;
  • pragmatismo;
  • utilitarismo.

Ela engloba a forma de pensar que utiliza a razão para expressar seus preceitos.

Um fato histórico decisivo para sua formação foi a Revolução Francesa, ponto de partida da chamada Idade Contemporânea.

Outro período fundamental para seu desenvolvimento foi a Revolução Industrial, marcada pela consolidação do capitalismo. O conflito entre patrão e empregados, ocasionados pelas condições exaustivas de trabalho, também foram um ingrediente importante para o movimento.

Nesse período da história, o mundo evoluiu em termos de indústria, ocorrendo a consolidação do capitalismo e muitas mudanças nas configurações dos espaços urbanos e rurais.

Além disso, o mundo também presenciou conflitos de grandes proporções no século XX, como duas guerras mundiais, a Guerra Fria, as corridas armamentista e espacial e o desenvolvimento de governos extremistas, como o fascismo e o nazismo.

Todo esse turbilhão de acontecimentos provocou uma reestruturação no mundo, levando ao desenvolvimento de uma nova visão do ser humano. E assim, nasce a Filosofia Contemporânea. A filosofia contemporânea reflete sobre muitas questões sendo que a mais relevante é a "crise do homem contemporâneo".

A seguir, apresentamos os pensadores dessa fase, assim como suas principais ideias.

Principais Filósofos Contemporâneos

Friedrich Hegel (1770-1831)

Hegel foi um dos maiores expoentes do idealismo cultural alemão, tendo sua teoria conhecida como “hegeliana”. Sua produção foi pautada em conceitos como dialética, consciência humana, filosofia e na história.

Os temas mais trabalhados ao longo de sua vida foram:

  • Fenomenologia do Espírito;
  • Lições sobre História da Filosofia;
  • Princípios da Filosofia do Direito.

Ludwig Feuerbach (1804-1872)

O jovem Feuerbach foi discípulo de Hegel, embora ao longo de suas produções tenha seguido por caminhos distintos do mestre. Um exemplo disso foi a crítica que ele teceu sobre a obra “Crítica da Filosofia Hegeliana”(1839), em que discordou do conceito de Deus.

Esse conceito, segundo o pensador, é expresso pela alienação religiosa.

Arthur Schopenhauer (1788-1860)

Schopenhauer foi um ferrenho crítico aos pensamentos de Hegel, tecendo sua teoria com base no pensamento de Kant. Segundo ele, a essência do mundo seria resultado da vontade de viver de cada indivíduo, ou seja, estaria repleta de representações criadas pelos seres humanos.

A obra mais conhecida do filósofo é "O Mundo como Vontade e Representação" (1819).

Auguste Comte (1798-1857)

Na obra “Lei dos Três Estados”, Comte aborda a evolução histórica e cultural da humanidade, dividida em três momentos históricos diferentes: estado teológico e fictício, estado metafísico ou abstrato e estado científico ou positivo.

Comte foi responsável pela criação da corrente positivista, baseada no empirismo, e é considerado o pai da Sociologia.

A sua obra mais conhecida é “Curso de Filosofia Positiva”.

Karl Marx (1818-1883)

Um dos mais conhecidos pensadores da filosofia contemporânea é Karl Marx.Ele construiu uma teoria conhecida como Marxista, abarcando diversos conceitos como o materialismo histórico e dialético, a luta de classes, os modos de produção, o capital, o trabalho e a alienação.

A principal característica da teoria marxista é a busca pela revolução do proletariado, uma vez que ele não concordava com a exploração que a burguesia exercia sobre a classe operária.

Friedrich Nietzsche (1844-1900)

O pensamento de Nietzsche abarcou diversos temas: religião, artes, ciências e moral, criticando fortemente a civilização ocidental. As ideias centrais do filósofo incluíam a dicotomia apolíneo/dionisíaca, o perspectivismo, a vontade de poder, a "morte de Deus" e o Übermensch (Super Homem).

Sua obra mais conhecida é “Assim Falava Zaratustra”. O que poucos sabem é que o pensador estendeu sua influência para além da filosofia, penetrando na literatura, poesia e todos os âmbitos das belas artes.

Jean Paul Sartre (1905-1980)

Sartre seguiu as correntes existencialista e marxista. Sua obra mais expressiva foi “O Ser e o Nada”, publicada em 1943. O “nada”, descrito no livro, seria um espaço aberto, baseado na ideia da negação do ser (não-ser) do indivíduo.

Além disso, a filosofia de Sartre trata a liberdade e a autenticidade de cada ser humano como essenciais, apesar da angústia que tal liberdade pode trazer.

Escola de Frankfurt

A Escola de Frankfurt teve como seus principais pensadores Theodor Adorno e Max Horkheimer.

Juntos, eles foram responsáveis por fundamentar o conceito de Indústria Cultural, termo que se refere à massificação da sociedade e à sua homogeneização.

Esses dois pensadores publicaram a obra “Dialética do Esclarecimento”, uma produção que denunciava a morte da razão crítica.

De forma resumida, podemos dizer que o principal objetivo dessa escola era estabelecer um novo parâmetro de análise social com base em uma releitura do marxismo

Gostou de conferir mais sobre a Filosofia Contemporânea? Confira outras conteúdos que podem ajudá-lo a se preparar para o Enem:

A filosofia contemporânea é a maneira de pensar racionalmente desenvolvida desde o final do século XVIII até os dias atuais. A Revolução Francesaé o marco inicial da chamada Idade Contemporânea, da qual a filosofia contemporânea faz parte.

Quais as características da filosofia contemporânea (1)

Liberdade Conduzindo o povo, Delacroix, 1830.

📚 Você vai prestar o Enem? Estude de graça com oPlano de Estudo Enem De Boa📚

O período pós Revolução Industrial é, em grande parte, marcado pelo desenvolvimento e consolidação do capitalismo. É neste contexto, marcado ainda pelos ideais da Revolução Francesa, que no final do século XVIII e no decorrer de todos os séculos XIX e XX, o pensamento filosófico contemporâneo passou a tomar forma.

O período no qual a filosofia contemporânea emerge é marcado pela mudança, incertezas, dúvidas, novidades e medo. O século XIX foi caracterizado por intensas transformações no modo de vida, com intenso êxodo rural, intensificação das disputas e conflitos entre proletariado e burguesia.

O nascimento dos movimentos sociais, das primeiras lutas feministas pelo direito ao voto, o nascimento da Sociologia e o desenvolvimento das ciências naturais foram, também, características marcantes no decorrer do século XIX.

No século XX, por sua vez, o mundo foi marcado pelos conflitos e incertezascausados pelas duas grandesguerrasmundiais, pela Guerra Fria, as corridas armamentista e espacial, o desenvolvimento de governos extremistas como o fascismo e nazismo, o desenvolvimento e uso de diversas tecnologias, o surgimento dos primeiros televisores, a indústria culturale os ataques nucleares.

Já nas primeiras décadas do século XXI, o mundo pode observar os avanços tecnológicos e as mudanças nas relações humanas.

Todas as transformações que vem acontecendo desde o fim do século XVIII e toda reestruturação do mundo serviram como base para o desenvolvimento de várias escolas filosóficas contemporâneas e de novas linhas de interesse e abordagem filosófica.

🎓 Você ainda não sabe qual curso fazer? Tire suas dúvidas com oTeste Vocacional Grátis do Quero Bolsa🎓

Quais as características da filosofia contemporânea (2)

Bombardeio em Colônia, Alemanha na 2ª Guerra Mundial

A filosofia contemporânea possui algumas características que a diferem das outras correntes filosóficas. Muitas dessas ideias fazem parte, inclusive, dos pensamentos filosóficos da Escola de Frankfurt. Dentre as características principais merecem destaque:

  • O pragmatismo, o cientificismo e as ideias positivistas;
  • Utilitarismo;
  • Racionalismo;
  • Liberdade, que serviu de base às ideiasliberais;
  • Existencialismo;
  • Pluralismo, com a abordagem de diversos temas distintos;
  • Subjetividade.

🎯Simulador de Notas de Corte Enem: Descubra em quais faculdades você pode entrar pelo Sisu, Prouni ou Fies 🎯

A filosofia contemporânea aborda uma série de questões que estão especialmente ligadas aocontexto histórico e social em que o pensamento filosófico se desenvolve.

Dentre os problemas destacados, o mais emblemático deles foi levantado por Karl Marx,ao estabelecer as relações originadas a partir do fortalecimento do sistema capitalista e das novas relações de trabalho e conflitos travados entre burguesia e proletariado, bem como do surgimento de duas classes sociais distintas e que estariam em constante conflito.

O existencialismo de Jean Paul Sartre, que tem a liberdade, a existência metafísica e as condições de existência dos seres como suas maiores preocupações e base de pensamento e construções filosóficas.

O surgimento da Psicanálise, tendo em Sigmund Freud seu maior expoente. A Psicanálise questionou a maneira como as ciências ligadas à psique eram desenvolvidas e passou a adotar o inconsciente como um poder atuante sobre o desenvolvimento e ações da consciência.

A teoria crítica da escola de Frankfurt, que analisou aindústria culturale o surgimento da cultura rápida e voltada para o consumo imediato das massas, sem o levantamento de ideias ou propostas críticas, também ganhou destaque dentro da filosofia contemporânea.

Quais as características da filosofia contemporânea (3)

Karl Marx
📝 Você quer garantir sua nota mil na Redação do Enem? Baixe gratuitamente oGuia Completo sobre a Redação do Enem! 📝

Dentre os principais autores da filosofia contemporânea, destacam-se:

  • Auguste Comte (1798-1857): precursor dos pensamentos positivistas e da Sociologia. Fundador da escola positivista de filosofia, Comte pauta suas ideias no desenvolvimento de uma ciência inspirada no progresso científico e na apresentação de dados.
  • Friederich Hegel (1770-1831): um dos maiores expoentes do idealismo cultural alemão. Hegel usa a dialética, que define como movimento da realidade que deve ser aplicado ao pensamento. Hegel usa, também, como base da sua teoria hegeliana, o saber e a consciência.
  • Ludwig Feuerbach (1804-1872): discípulo de Hegel, Feuerbach faz duras críticas ao conceito de Deus e à religião, que segundo ele, são fontes da alienação.
  • Arthur Schopenhauer (1788-1860): crítico das obras de Hegel, o alemão constrói sua teoria baseado no pensamento kantiano, que afirma que a essência do mundo seria resultado da vontade de viver de cada pessoa. Para Schopenhauer, o mundo é criado a partir de várias ideias de representações.
  • Soren Kierkegaard (1813-1855): um dos precursores do existencialismo, ao desenvolver sua teoria a partir das questões ligadas à existência humana, como a relação entre homens, mundo e Deus, que causaria a angústia de viver, inquietações e desespero.

Exercício de fixação

UNIMONTES/2015

A questão das classes sociais ocupa um papel fundamental na teoria de Karl Marx. Para ele, existem condicionantes e determinantes na complexa relação entre indivíduo e sociedade e entre consciência e existência social. Considerando as reflexões de Karl Marx sobre esse tema, marque a alternativa incorreta.

A A luta de classes desenvolve-se no modo de organizar o processo de trabalho e no modo de se apropriar do resultado do trabalho humano.

B A luta de classes está presente em todas as ações dos trabalhadores quando lutam para diminuir a exploração e a dominação.

C Em meio aos antagonismos e lutas sociais, o indivíduo pode repensar a realidade, reagir e até mesmo transformá-la, unindo-se a outros em movimentos sociais e políticos.

D As classes sociais sustentam-se em equilíbrios dinâmicos e solidários, sendo a produção da solidariedade social o resultado necessário à vida em sociedade.

Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Aron Pacocha

Last Updated: 02/09/2023

Views: 6513

Rating: 4.8 / 5 (48 voted)

Reviews: 95% of readers found this page helpful

Author information

Name: Aron Pacocha

Birthday: 1999-08-12

Address: 3808 Moen Corner, Gorczanyport, FL 67364-2074

Phone: +393457723392

Job: Retail Consultant

Hobby: Jewelry making, Cooking, Gaming, Reading, Juggling, Cabaret, Origami

Introduction: My name is Aron Pacocha, I am a happy, tasty, innocent, proud, talented, courageous, magnificent person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.